Artigos do blog

O Mercado Americano deve ser o seu destino em 2024

mercado financeiro americano

Os motivos para o trader atuar no maior e mais lucrativo mercado financeiro do mundo vão muito além dos ganhos em dólar, e esse deveria ser o pensamento de todos que cogitam atuar no mercado americano.

Por se tratar de um segmento movido à ganância, sabemos que soa até estranho pedir que a oportunidade de ganhos 5 vezes maiores seja deixada de lado em um primeiro momento.

No entanto, quando pensamos apenas em lucro e esquecemos todas as demais vantagens deste mercado, estamos abrindo mão das coisas que podem realmente fazer a diferença em nossa carreira como trader para valorizar somente a que pode fazer a diferença em nosso bolso, e essa não é a visão de um profissional de mercado.

No artigo de hoje, abordaremos a reflexão de Jefferson Laatus e que foi tema do último episódio do Trader na Prática em nosso canal do youtube.

Por que migrar ou começar no mercado americano deve ser o seu objetivo como trader em 2024?

O trader atento tem sido impactado com notícias cada vez mais desanimadoras sobre o mercado financeiro nacional, como mostramos nas 3 frases abaixo, e que foram manchetes destas e de diversas outras grandes publicações financeiras recentes:

bolsa b3 fraca em 2024

Nessas horas, cabe ao profissional de mercado avaliar se isso é tendência ou apenas mais um ciclo, como tantos outros que os traders experientes já vivenciaram, e que novamente é o que estamos passando em nossa bolsa.

Mas para o trader iniciante, essas podem ser notícias realmente assustadoras o bastante para fazê-lo seguir por 2 caminhos distintos: evitar começar agora no mercado financeiro ou cogitar começar por um mercado mais sólido que o nosso, como é o caso do Mercado Americano.

Porém, engana-se quem imagina que uma coisa elimina a outra, e que o trader que opta por atuar no mercado americano deve abandonar as operações na [B]³.

Essa é a realidade de Jefferson Laatus, por exemplo, que apesar de ter a maioria de seus ganhos em dólar e ter se tornado um mestre no operacional de ativos como Nasdaq, S&P500, Ouro e Petróleo no Mercado dos EUA, não abandonou o nosso mini dólar, e nem incentiva que outros façam isso.

A falta de oportunidades na bolsa brasileira, pode ser sua porta de entrada para o Mercado Americano

Isso resume tudo! Assim como o trader que aqui busca (e de uns tempos pra cá torce), por boas operações no índice ou no dólar, com os 2 ativos sempre presentes em sua tela, nada impede o trader de dividir seu dia analisando os 2 mercados, mesmo que inicialmente seja apenas para comparação ou comprovação de qual realmente é o melhor.

A experiência mostra que assim como o 1º contato como mercado financeiro muda a vida de uma pessoa, o 1º contato com o mercado americano muda também a vida de um trader, que inicialmente enxerga nesse mercado um meio de lucrar 5x mais e por isso mudar 5x mais rápido de vida.

Mas se tratando do mercado que dita o rumo dos demais mercados, o trader que aprende a dominá-lo poderá operar e vencer em qualquer outro, e isso deve sempre ser levado em consideração.

É fato que não há nenhuma regra no mercado financeiro que obrigue o trader a começar operando em seu mercado local, e que os motivos para que o trader em formação migre para o mercado americano estão ainda mais evidentes em 2024.

Enquanto por aqui temos um mercado adormecido, nos EUA temos um mar de oportunidades 23 horas por dia, e o cenário econômico mundial somado às eleições presidenciais são um convite imperdível para que em 2024 esse seja o destino de todo trader consciente.

Pensando nisso, separamos abaixo 8 motivos que julgamos fundamentais para você começar por este mercado ou migrar para ele mesmo que em paralelo às suas operações no Brasil, entre as quais apenas uma é a possibilidade de se ganhar em dólar:

1 – Maior liquidez e volume: o maior e mais líquido do mundo, com ampla gama de ativos e oportunidades de negociação;

2 – Diversidade: acesso a uma variedade de ativos, incluindo ações, opções, futuros, ETFs e moedas, além dos financeiramente democráticos mini e micro contratos;

3 – 23 horas de mercado: mais oportunidades reais de lucro e janelas operacionais, mesmo para quem tem compromissos durante o horário comercial;

4 – Regulação sólida: amplamente regulamentado e praticamente à prova de manipulações, proporcionando transparência e segurança aos investidores;

5 – Volátil, porém seguro: a volatilidade e liquidez são características deste mercado, e não uma consequência de “desmandos e surpresas” econômicas, algo comum em mercados emergentes;

6 – Mais simples de operar: mais direcional e obediente ao cenário econômico, com plataformas tão simples quanto eficientes;

7 – Menores Custos ou Custo Zero: mercado com taxas reduzidas nas operações com capital próprio, mas que possibilita CUSTOS E RISCO ZERO para seu capital quando operado via mesa proprietária;

8 – Ganhos 5x maiores, no mínimo: muito mais oportunidades com chances reais de lucro por pregão, em um mercado mais simples de operar e que paga em uma moeda que vale 5x mais.

Caso queira saber mais detalhes sobre esse assunto e com a abordagem técnica e extremamente didática de Jefferson Laatus, assista ao vídeo abaixo!

E se gostou do conteúdo e quer começar a operar no mercado americano, nós temos um convite para você!

Nos dias 8,9 e 11 de abril às 19h00 faremos nosso evento O Mercado de 1 Trilhão de Dólares, onde ensinaremos como você pode entrar nesse mercado do modo mais prático possível, e começando com margens que vão de 25 mil a 300 mil dólares para operar e LUCRAR EM DÓLAR ainda em 2024.

Para participar CLIQUE NO BANNER ABAIXO:

mercado americano

Deixe um comentário

Subscribe
Notificação de

0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Veja outros Artigos